Quais são as perspectivas para o mercado gráfico em 2022?

Compartilhe:

O ano de 2021 trouxe muitos desafios. Mesmo com a recuperação gradual da pandemia no País, muitos setores ainda estão reagindo aos poucos, como é o caso da indústria gráfica.

Diante deste cenário e em um mercado competitivo é muito claro a importância da inovação, da criatividade e da flexibilidade para se destacar. É preciso ir além. Com o apagar das luzes de 2021, a pergunta que fica é, o que se pode esperar de 2022?

O setor menos afetado pela crise causada pela pandemia, foi o de embalagens e a tendência é que ele continue crescendo, principalmente, devido ao aumento do comércio eletrônico.

Agora com a pandemia um pouco mais sob controle, haverá a volta dos chamados produtos de maior valor agregado, aqueles que utilizam embalagens mais elaboradas. Espera-se que rótulos e etiquetas também tenham um futuro próspero pela frente.

Existe também expectativa de crescimento da demanda por produtos personalizados, feitos e pensados de acordo com as necessidades específicas de cada cliente, que dão um tom especial e geram interesse do público-alvo.

Além disso, acredita-se que a impressão digital, a mais nova queridinha de setor, cresça ainda mais nos próximos doze meses do ano.  

E como fica o setor de jornais, revistas, catálogos e tabloides de ofertas? Bom, a A tendência é haver o aumento do número de títulos de revistas, catálogos e tabloides, porém buscando nichos editoriais específicos e com tiragens em volumes bem menores do que os registrados pré-pandemia.

Com o aumento da circulação de pessoas em shoppings e em outros estabelecimentos, materiais para PDV, como displays, banners, stoppers, sinalização etc. podem apresentar maior demanda, já que mesmo durante a pior parte da pandemia, foram registrados novos formatos e demandas customizadas e específicas para cada cliente.

A Pigma conta com expertise de mais de 30 anos em soluções da indústria gráficas. Para conhecer nossos produtos e como podemos ajudar a sua marca, fale com a gente e peça um orçamento!

Deixe um comentário