Digital ou Offset: saiba mais sobre cada tipo de impressão e conheça suas vantagens

Compartilhe:

No mercado gráfico, o embate entre digital e offset é bem comum e está totalmente alinhado aos objetivos do projeto do seu cliente. O importante é conhecer muito bem vantagens, diferenças e funcionamento de cada um dos dois para que você possa escolher o processo certo que irá resultar em um produto final mais assertivo e pronto para a estratégia definida anteriormente de acordo com a demanda passada.

Conhecer e dominar os tipos de impressão que existem é essencial em casos como esse. Isso porque ela se torna um aspecto importante na concepção e ativação da campanha, produto ou lançamento. Saber definir quando é certo se usar offset ou digital irá impactar diretamente nos gastos do projeto e também evitará possíveis retrabalhos ao longo do caminho.

A tradição do Offset

Um dos méritos do Offset é ser uma técnica tão antiga e, ao mesmo tempo, tão usual nos dias de hoje. Esse sistema de impressão é classificado como indireto, já que passa por três cilindros até o resultado final no papel. Ele utiliza a escala de cores CMYK (ciano, magenta, amarelo e preto) impressas de maneira separada e se misturando até a imagem final.

Quando falamos de vantagens em comparação com o Digital, o Offset é mais recomendado para quem quer uma variedade maior de formatos ou materiais a serem usados. E isso está combinado com a alta capacidade de atender grandes tiragens com um custo menor em comparação com a quantidade de material que será impresso. Ou seja, em termos de custo-benefício, a Offset pode levar certa vantagem.

A inovação do Digital

A tecnologia não poderia ficar de fora do mundo gráfico e a impressão digital é um exemplo disso com qualidades distintas de qualquer outro processo. Ela apresenta diferenças claras em comparação ao Offset já que a tinta é misturada antes do contato com o papel, além da classificação como processo direto. Quer um bom exemplo de impressão digital? Olhe para a impressora que você tem na sua casa ou escritório.

Suas vantagens se relacionam muito com tiragens menores e que oferecem mais qualidade. Sua tecnologia dispensa preparação, o que economiza tempo diferente da Offset. Além disso, desenvolver um projeto com impressão digital é sinônimo de flexibilidade e praticidade já que qualquer mudança no material é feita de maneira mais rápida e prática sem precisar trocar chapas – como aconteceria no outro modelo de impressão.

E aí? Já decidiu qual você vai utilizar no seu projeto?

Somos referência no mercado gráfico e o nosso time de especialistas pode ajudar nessa decisão. Conheça mais sobre os nossos serviços e se surpreenda com os resultados das nossas soluções gráficas.

Aproveite e acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que fazemos em uma indústria gráfica.

Deixe um comentário